quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Se foi e continua tão presente.. Fez os rumos mudarem, os olhos da vida agora miram a um lugar do qual menos se poderia imaginar. Na memória as lembranças ainda pulam carnaval, efervescem, alcançam picos de intensidade.
O coração pulsa lento.. no ritmo da saudade e o sentimento de impotência diante os acontecimentos que sucedem-se aleatoriamente não é agradável, muito menos empolgante.
A hora de puxar as rédeas e fazer parar uma fera xucra chamada destino, parece cada dia mais próxima embora menos acessível.
De tanto reclamar as coisas diferenciaram-se e mais uma vez vão ao caminho contrario do qual almejava. E uma coisa é clara, isso está me cansando.

Um comentário:

diasemnoites disse...

que lindoo teu blog... me visitaa?